MENU

24/06/2021 às 17h52min - Atualizada em 24/06/2021 às 18h10min

A importância de ler os autores clássicos

(*) Guilherme Augusto de Carvalho

SALA DA NOTÍCIA NQM
http://www.uninter.com
Eu sempre gostei de ler. Por conta disso, quando comecei a fazer a minha graduação, eu não me bati tanto, por já ter o hábito consolidado em minha rotina diária. Com isso, consegui dar conta dos inúmeros autores e artigos recomendados nas aulas. Afinal, em uma graduação, normalmente, há muitas obras para lermos e consultarmos, além de artigos, documentários e palestras.  

Uma das práticas mais importantes que um aluno de curso superior precisa ter é pesquisar sobre todos os autores clássicos e as obras fundamentais da sua graduação. Conhecer as obras clássicas e os autores mais importantes é o primeiro ponto de partida para ter um bom panorama da área.

Cada graduação traz em seu bojo um grupo grande de pensadores, filósofos e pesquisadores clássicos que são as bases daquela disciplina. Conhecer tais pensadores, é mergulhar em textos que são fundamentais para compreender ainda mais o assunto, desde o seu início, promovendo ao profissional uma visão ampla para uma melhor atuação.

Por isso, procure sempre se informar sobre os principais livros e autores. Caso algum seja mencionado em aula, busque informações sobre os seus principais livros e dicas dos professores sobre por qual livro começar a ler. A sugestão de quem tem mais experiência é fundamental para alguém conseguir ter contato com as obras mais relevantes ou mesmo para seguir um cronograma de leitura mais assertivo.

Na filosofia, por exemplo, que é uma das disciplinas que leciono, é comum ouvir sobre Platão, Aristóteles e Sócrates, filósofos que estabeleceram os fundamentos do pensamento ocidental. Por isso, ler “A República”, de Platão, “Ética a Nicômaco de Aristóteles” ou mesmo “A Política”, de Aristóteles, é fundamental para entender o quanto fomos influenciados por estes pensadores.

Conhecer as obras mais importantes, além de temas e discussões abordados em seu curso, é essencial para que você tenha um bom repertório e tenha também uma visão ampla da sua área de atuação. Só assim que conseguimos atuar de forma relevante e com uma visão ampliada.

Só conseguimos dar passos firmes na direção do conhecimento quando entendemos os fundamentos e, com eles, construímos uma boa base para o nosso saber. É a fundação que nos sustenta, é ela que nos permite construir com segurança o edifício do conhecimento, sem medo e receio de que tudo desabe por falta de sustentação. 
Conhecer a base é entender o pensamento lá no início e, conforme você vai se aprofundando, perceber a evolução por meio de todos os estudiosos que colaboraram com aquela linha de pensamento.

Com este hábito de pesquisa e leitura, você vai ter propriedade na hora de ensinar, exercer a sua profissão ou mesmo discorrer sobre o assunto, pois vai conhecer todos os principais nomes, desde a base.

(*) Guilherme Augusto de Carvalho. Bacharel em Teologia, Especialista em Filosofia, Ciências da Religião e Ensino Religioso. Professor da Área de Humanidades do Centro Universitário Internacional Uninter.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp