MENU

07/07/2021 às 22h56min - Atualizada em 09/07/2021 às 00h00min

O Brasil teve 105.821 denúncias de violência contra a mulher em 2020, e a misoginia pode ser uma das causas que desencadeiam os abusos.

SALA DA NOTÍCIA Claudiana Rosario
Assessoria de Imprensa
Para entender a questão da raiva por parte de alguns homens em relação às mulheres, faz-se necessário o entendimento da palavra ‘misoginia’. O vocábulo é oriundo da Grécia e seu significado pode ser definido como o desprezo, a repulsa e a aversão à imagem feminina. Entretanto, isso não significa que o homem misógino não sinta atração sexual pelas mulheres, porém, ele deseja ter uma parceira que o admire ao mesmo tempo faz com que ela se sinta incapaz, inadequada e completamente submissa.

Os relacionamentos, com misógino, costumam seguir um padrão: inicia-se de forma incrível, e com o tempo se deteriora culminando em histórias de violência. No começo da relação ele representa um homem carinhoso, atencioso, apaixonado, cheio de gentilezas e elogios e quando a mulher se dá conta o príncipe encantado se transformou em um sapo, roubando a auto estima, os valores, as opiniões e até mesmo a vida dela.

Conforme dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, os canais Disque 100 e Ligue 180, que são do Governo Federal, registraram juntos no ano de 2020 a marca de 105.821 denúncias de violência contra a mulher no Brasil.

O desprezo que tais homens sentem pelas mulheres, em alguns casos, resulta nos relacionamentos abusivos, estupros e até feminicídio’, explica a psicóloga Rose Rocha. Ainda de acordo com a psicóloga, os homens misóginos não são desse jeito porque querem, é o que apontam os estudos sobre esse comportamento. A educação e principalmente as atitudes que vivenciaram em suas infâncias podem determinar o sentimento que eles têm pelas mulheres na fase adulta.

LIVRO ABORDA MISOGINIA

O e-book “Misoginia: O Lado Obscuro de um Relacionamento”, escrito por Rebeca Ucelli, disponível na Amazon (216 páginas), aborda diferentes tipos de manipulação e jogos emocionais dentro de relacionamentos abusivos, ajudando a pessoa a ter uma melhor compreensão sobre o assunto. A obra independente reúne diversos relatos de manipulações e aborda diferentes tipos de jogos emocionais adotados por um misógino e que culminam em uma relação abusiva. Cada capítulo apresenta uma característica da misoginia e é ilustrado com a experiência vivenciada em um namoro de oito anos de uma jovem com um misógino. ‘A misoginia conforme a autora é um tema que submerge nas profundezas de um mundo invisível para a sociedade, e que vem camuflada em um relacionamento manipulador e destrutivo. Isso ressalta a importância do livro, que traz informações e conhecimento sobre o tema. Uma arma importante para evitar e combater anos de sofrimento e até um fim trágico’, conclui Rebeca Ucelli


QUE TIPOS DE ABUSOS PODEM SER ENCONTRADOS NO LIVRO?

Na rotina, pequenas atitudes passam despercebidas e ao longo do tempo vão transformando uma relação normal em uma relação tóxica.

Rebeca afirma que para manter o namoro, de forma pacífica, era necessário ‘pisar em ovos’ constantemente, ela se policiava sobre palavras e até atitudes simples do dia a dia. “Ele se irritava por banalidades, de repente o meu ex namorado passou a ser sensível demais, era a minha roupa, o meu perfume e até mesmo o meu tom de voz que o incomodava. E quando tinha algo que não estava de acordo com o que ele queria, após demonstrar o seu desagrado, ele simplesmente me punia com o seu sumiço, ignorando por dias as minhas tentativas de contato. Era uma agressividade passiva, o silêncio dele era um jeito de me acusar sem usar uma única palavra’.

No livro é possível encontrar vários tipos de abusos: rejeições, insultos disfarçados de conselhos, mudanças de humor repentinas, comportamento instável, controle excessivo, invasão de privacidade, sexo forçado e por fim agressões físicas.

Ainda segundo a autora, quando se está envolvida em uma relação é difícil enxergar certas atitudes. Levando em consideração que as grosserias partem do homem gentil e incrível, que representava no início da relação, é possível que a mulher não interprete as atitudes como manipulações e abusos, e sim as atribuem a uma personalidade difícil. Além disso, a dependência emocional pode ser um dos fatores que levam a mulher a manter por anos um relacionamento doentio.


misoginia.com.br

@livro_misoginia
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp