MENU

21/07/2021 às 21h06min - Atualizada em 22/07/2021 às 00h00min

Com parte da PR-474 sem asfalto, moradores relatam problema no escoamento da produção agrícola

Prefeitos de Anahy, Braganey e Iguatu realizaram reunião, nesta quarta-feira (21), para discutir sobre PR-474, mas ainda não há data ou plano definido sobre melhorias na rodovia.

G1 - Norte, Nordeste PR
https://g1.globo.com/pr/oeste-sudoeste/noticia/2021/07/21/com-parte-da-pr-474-sem-asfalto-moradores-relatam-problema-no-escoamento-da-producao-agricola.ghtml

Prefeitos de Anahy, Braganey e Iguatu realizaram reunião, nesta quarta-feira (21), para discutir sobre PR-474, mas ainda não há data ou plano definido sobre melhorias na rodovia. Há mais de 30 anos moradores e agricultores esperam por melhorias na PR-474 no oeste do PR
Os prefeitos de Anahy, Braganey e Iguatu estiveram em Cascavel, ambas no oeste do Paraná, nesta quarta-feira (21), para discutir sobre a reivindicação de asfalto na PR-474.
Segundo os moradores da região, há mais de 30 anos eles esperam por melhor infraestrutura da rodovia, que é importante para o escoamento agrícola.
"Não é só a questão primária de agricultura e agropecuária, mas também a questão das hidrelétricas que geram riquezas e o que pode trazer para o turismo rural essa rota de integração em um lugar muito importante do Paraná", disse o prefeito de Iguatu, Vlademir Barella.
A reunião foi realizada junto com o prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos (PSC), que é o presidente da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop).
De acordo com a Amop, ficou definido que em agosto será feita uma reunião a Itaipu Binacional, para pedir o apoio financeiro na elaboração do projeto de asfalto, que deve custar R$ 500 mil.
A associação informou ainda que não tem custo estimado da obra e também não se sabe de onde virá o dinheiro para custear toda execução do projeto.
Boa parte da estrada não tem asfalto, na PR-474
RPC/Reprodução
Condições da rodovia
Em cerca de 75 quilômetros de estrada, entre Anahy e Campo Bonito, no oeste do Paraná, mais da metade não tem asfalto na PR-474.
Segundo os moradores, em mais de 20 quilômetros o trecho é feito na terra, sem calçamento.
"Já estourei pneu de caminhão. É complicado porque o calçamento ali é muito irregular. Então tem que andar devagar, mas mesmo assim toma prejuízo", disse o agricultor Valdemir Lender.
Em dias de chuva o tráfego é difícil, com buracos e a lama tomando conta da pista.
"Se você tiver um veículo novo e andar 100 km/h aqui, igual eu ando duas a três vezes por semana na estrada, em 30 dias está tudo acabado. Lataria, corta pneu, é um problema seríssimo", disse o agricultor João Gusson.
PR-474 é interligada a outras rodovias federais importantes na região oeste
RPC/Reprodução
A PR-474 também interliga duas importantes rodovias federais, a BR-277 e BR-369.
Atualmente, quem vai de Anahy a Campo Bonito, ou de Cafelândia a Ubiratã, por exemplo, tem que ir até o trevo Cataratas, em Cascavel, para fugir da estrada de chão. Com o asfalto na PR-474, o caminho ficaria mais curto.
VÍDEOS: Mais assistidos do G1 PR
Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.

Fonte: https://g1.globo.com/pr/oeste-sudoeste/noticia/2021/07/21/com-parte-da-pr-474-sem-asfalto-moradores-relatam-problema-no-escoamento-da-producao-agricola.ghtml
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp