MENU

01/08/2021 às 10h53min - Atualizada em 01/08/2021 às 10h53min

​MPPR oferece denúncia contra homem que agrediu a ex-namorada e tentou pôr fogo na casa onde ela estava com o intuito de matá-la

O crime foi praticado no dia 22 de julho – coincidentemente, Dia Estadual de Combate ao Feminicídio

Assessoria MPPR
O Ministério Público do Paraná, por meio da 3ª Promotoria de Justiça de Jacarezinho, no Norte Pioneiro do estado, ofereceu nesta sexta-feira, 30 de julho, denúncia criminal por feminicídio tentado, tentativa de incêndio e lesões corporais contra um homem que tentou matar a ex-namorada. O crime foi praticado no dia 22 de julho – coincidentemente, Dia Estadual de Combate ao Feminicídio.

Conforme a denúncia, o acusado entrou durante a madrugada na casa da vítima e a agrediu com diversos golpes, na intenção de matá-la. A mãe da ex-namorada interveio e também foi espancada. A todo momento, o denunciado dizia que queria matar as duas – o crime só não se consumou porque o irmão da moça interferiu, também sofrendo lesões corporais. Por fim, o homem incendiou um lençol que estava na lavanderia da casa, planejando atear fogo no imóvel, o que não ocorreu porque o irmão da ex-namorada conseguiu jogar o tecido em chamas na piscina.

Detido – Após ter sido preso em flagrante pela agressão, o acusado havia sido solto pela Justiça, já que era réu primário e não apresentava antecedentes criminais. A decisão de soltura, entretanto, estabeleceu condições, dentre elas, a monitoração eletrônica. Após ser posto em liberdade, o homem fez lives numa rede social debochando da sentença judicial e dizendo que não iria cumprir as medidas cautelares, incluindo as limitações de movimentação impostas pelo uso da tornozeleira eletrônica e as medidas protetivas de urgência determinadas para defesa da vítima. Diante disso, foi decretada sua prisão preventiva, e o homem foi recolhido na Cadeia Pública de Jacarezinho.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp