MENU

03/08/2021 às 21h55min - Atualizada em 04/08/2021 às 00h00min

Paraná registra 27,8 mil casos e 32 mortes por dengue em um ano, diz secretaria

Boletim desta terça-feira (3) encerra o ciclo epidemiológico que começou em agosto de 2020. Redução de diagnósticos e óbitos passou de 80% em relação ao período anterior.

G1 - Norte, Nordeste PR
https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2021/08/03/parana-registra-278-mil-casos-e-32-mortes-por-dengue-em-um-ano-diz-secretaria.ghtml

Boletim desta terça-feira (3) encerra o ciclo epidemiológico que começou em agosto de 2020. Redução de diagnósticos e óbitos passou de 80% em relação ao período anterior. Beto Preto afirmou que um levantamento realizado entre abril e junho deste ano mostrou que os focos do mosquito estão nas casas, em pontos que acumulam água parada
PMCG/Divulgação
O Paraná registrou 27.889 casos confirmados e 32 mortes por dengue em um ano, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). O boletim divulgados nesta terça-feira (3) encerra o ciclo epidemiológico que começou em agosto de 2020.
Conforme o boletim, 288 municípios registram casos de dengue no período. Londrina, no norte do estado, registrou o maior número de mortes pela doença, com nove óbitos. Veja abaixo onde ocorreram as mortes:
Londrina: 9
Paranaguá: 4
Foz do Iguaçu: 3
Cambé e Maringá: 2 cada
Morretes, Matelândia, Medianeira, Roncador, Campo Mourão, Paraíso do Norte, Santo Antônio do Caiuá, Marialva, Apucarana, Alvorada do Sul, Assaí e Ibiporã: 1 cada
CONFIRA OS CASOS E MORTES POR MUNICÍPIO
No comparativo com o período anterior, houve redução de 87,7% nos diagnósticos e de 81,9% nos óbitos, segundo a secretaria. No ciclo 2019/2020, o estado teve 227.724 casos e 177 mortes causadas pela doença.
Segundo o secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, a diminuição pode estar relacionada com a pandemia da Covid-19 e o receio da população em procurar atendimento nas unidades de saúde, bem como uma possível subnotificação ou atraso - também por causa da pandemia.
“A dengue segue como uma das principais preocupações do governo. A redução neste momento não é motivo para baixarmos a guarda em relação ao combate contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença”, disse o secretário.
Beto Preto afirmou que um levantamento realizado entre abril e junho deste ano mostrou que os focos do mosquito estão nas casas, em pontos que acumulam água parada. Pelo levantamento, 80,8% dos criadouros são encontrados em locais que poderiam ser removidos.
Chikungunya e zika vírus
Em relação a chikungunya, o Paraná teve 94 casos confirmados em um ano. Além disso, foram confirmados ao longo do período dois casos de zika vírus. As doenças também são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.
Vídeos mais assistidos do G1 Paraná
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

Fonte: https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2021/08/03/parana-registra-278-mil-casos-e-32-mortes-por-dengue-em-um-ano-diz-secretaria.ghtml
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp