MENU

20/08/2021 às 18h44min - Atualizada em 21/08/2021 às 00h50min

Justiça arquiva inquérito da Polícia Civil contra presidente da Câmara de Bauru

Markinho de Souza (PSDB) era investigado por denúncia de um ex-servidor da Câmara por crimes de corrupção passiva e concussão. Para o MP, denúncia não foi comprovada.

G1 - Bauru, Marília (SP)
https://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2021/08/20/justica-arquiva-inquerito-da-policia-civil-contra-presidente-da-camara-de-bauru.ghtml

Markinho de Souza (PSDB) era investigado por denúncia de um ex-servidor da Câmara por crimes de corrupção passiva e concussão. Para o MP, denúncia não foi comprovada. Para o MP, denúncia contra Markinho Souza (PSDB) foi marcada pela "fragilidade das provas"
Câmara de Bauru/Divulgação
Uma decisão da Justiça de Bauru (SP) determinou o arquivamento do inquérito policial que investigava uma denúncia contra o presidente da Câmara de Vereadores da cidade, Markinho Souza (PSDB). A decisão foi proferida no último dia 10 de agosto.
Markinho Souza era acusado dos crimes de corrupção passiva e concussão, que é quando o agente público utiliza do cargo para obter vantagem.
O Ministério Público (MP) se manifestou informando que a acusação feita por Anderson Santiago dos Santos, ex-chefe de gabinete do ex-presidente da Câmara, Ricardo Kbelo (Republicanos), não foi comprovada por testemunhas ou outros documentos .
Sobre a atribuição de crime de extorsão feita por Markinho contra Anderson, segundo o MP, as "provas impossibilitaram a elucidação das versões conflitantes" e "não há elementos aptos para sustentar o crime".
Por essas razões, o promotor de Justiça Júlio César Rocha Palhares solicitou o arquivamento do inquérito diante da "fragilidade das provas" e da falta de elementos suficientes para oferecer denúncia.
Em março, o inquérito policial foi aberto após Anderson Santiago dos Santos dizer que Markinho Souza pediu a ele que deixasse o cargo na Câmara e fosse trabalhar na prefeitura. Ele não aceitou e foi demitido.
Além disso, segundo a denúncia, Markinho teria oferecido um emprego a um eleitor, na prefeitura, em troca de votos na última eleição.
A Câmara de Bauru também havia recebido a denúncia, mas no dia 15 de março o plenário votou pelo arquivamento do pedido de instauração de Comissão Processante (CP) contra Markinho Souza.
A denúncia foi apurada pela Comissão de Ética que também determinou pelo arquivamento.
Em nota, Markinho Souza diz que recebeu “com tranquilidade” a decisão da Justiça e disse apenas “lamentar que a Câmara, Polícia Civil e membros do Judiciário tenham perdido tanto tempo com denúncias infundadas”. Procurado pela reportagem da TV TEM, Anderson dos Santos não se manifestou.
VÍDEOS: assista às reportagens da região
.
Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2021/08/20/justica-arquiva-inquerito-da-policia-civil-contra-presidente-da-camara-de-bauru.ghtml
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp