MENU

30/08/2021 às 21h56min - Atualizada em 31/08/2021 às 00h00min

Confira a programação do rodízio de água em Curitiba e região até 15 de setembro

No começo de agosto, Sanepar retomou modelo de revezamento mais rígido, em que a população fica até um dia e meio sem água e um dia e meio com água.

G1 - Norte, Nordeste PR
https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2021/08/30/confira-a-programacao-do-rodizio-de-agua-em-curitiba-e-regiao-ate-15-de-setembro.ghtml

No começo de agosto, Sanepar retomou modelo de revezamento mais rígido, em que a população fica até um dia e meio sem água e um dia e meio com água. Nesta segunda, o nível médio dos reservatórios que compõem o Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba e Região Metropolitana (SAIC) está em 52,13%
Giuliano Gomes/PR Press
A programação do rodízio no abastecimento de água em Curitiba e 13 municípios da região metropolitana até 15 de setembro foi divulgada pela Sanepar nesta segunda-feira (30).
Desde 11 de agosto, o modelo de rodízio em operação é de 36 horas de abastecimento e de até 36 horas de suspensão no fornecimento de água, informou a companhia.
Segundo a Sanepar, a mudança no formato do rodízio foi necessária em função do baixo nível das barragens que abastecem a região.
CRONOGRAMA ATÉ 3 DE SETEMBRO
CRONOGRAMA DE 4 A 15 DE SETEMBRO
Na tabela, estão em vermelho as áreas que não serão afetadas pelo rodízio nas datas em destaque e, em amarelo, as que tiveram horários (ou datas) alterados devido a serviços programados. São serviços de manutenção e obras para melhoria do sistema de abastecimento.
No site da Sanepar, é possível consultar a programação do rodízio por endereço.
Nesta segunda, o nível médio dos reservatórios que compõem o Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba e Região Metropolitana (SAIC) está em 52,13%. Veja abaixo o nível de cada barragem:
Iraí: 42%
Passaúna: 59%
Piraquara I: 59%
Piraquara II: 56%
Além do histórico de poucas chuvas, as projeções dos institutos de meteorologia indicam o prolongamento da estiagem que impacta o Paraná há mais de um ano, especialmente na Região Metropolitana.
CRISE HÍDRICA: Medidas adotadas impedem colapso, mas esbarram em obra inacabada e falta de chuvas
Em julho deste ano, choveu apenas 14,6 milímetros na região, diante da média histórica de 92,4 mm para o mês. A companhia afirmou que fez a análise e a projeção de vários fatores antes de tomar a decisão da adoção do modelo mais rígido de rodízio.
Estiagem faz Rio Iguaçu registrar nível mais baixo desde 1931
'Extremos que prejudicam', dizem moradores sobre o Rio Iguaçu
Medidas para reduzir efeitos da crise
A Sanepar disse que, ao longo de 2020, implementou mais de 20 ações com o objetivo de reduzir os efeitos da crise hídrica, incluindo o rodízio, a campanha Meta20 de redução de consumo de água e várias obras e ações de captação emergencial em pedreiras e cavas.
Somadas com o efeito do rodízio, as medidas incrementaram ao SAIC cerca de 70 bilhões de litros de água, conforme a companhia.
Atualmente, a Sanepar afirmou que está finalizando duas obras estruturantes que vão acrescentar 900 litros por segundo ao SAIC, o que corresponde a 10% da captação do sistema integrado.
Uma é a implementação de uma adutora que vai transportar 200 litros por segundo da barragem do Rio Verde, em Campo Largo, até a barragem do Passaúna, em Curitiba.
A outra é a transposição do Rio Capivari para o Rio Iraí, que irá incorporar cerca de 700 litros de água por segundo ao sistema.
Especialistas dão dicas para economizar água nas atividades diárias
Emergência hídrica
Com a permanência da estiagem em todas as regiões, o governo resolveu estender para todo o Paraná a situação de emergência hídrica, que até então era válida apenas para a Região Metropolitana de Curitiba e o sudoeste.
Este foi o terceiro adotado pelo governo estadual desde o ano passado, com o objetivo minimizar os impactos da falta de chuvas e garantir as condições mínimas de abastecimento da população.
O documento autorizou as empresas de saneamento a adotarem medidas que garantam o abastecimento público, como os rodízios de água, por exemplo, priorizando o uso dos recursos hídricos para esse fim.
Com isso, o Instituto Água e Terra (IAT) pode restringir a vazão dispensada para outras atividades, com o objetivo de normalizar as captações.
VÍDEOS: Crise hídrica no Paraná
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

Fonte: https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2021/08/30/confira-a-programacao-do-rodizio-de-agua-em-curitiba-e-regiao-ate-15-de-setembro.ghtml
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp