MENU

31/08/2021 às 20h05min - Atualizada em 01/09/2021 às 00h00min

Pelo segundo mês consecutivo, cesta básica tem reajuste de mais de 3% em Londrina, aponta pesquisa

Pesquisa analisou os preços de 13 itens vendidos em 11 supermercados da cidade. Cesta básica para uma pessoa custou R$518,42 em agosto.

G1 - Norte, Nordeste PR
https://g1.globo.com/pr/norte-noroeste/noticia/2021/08/31/pelo-segundo-mes-consecutivo-cesta-basica-tem-reajuste-de-mais-de-3percent-em-londrina-aponta-pesquisa.ghtml

Pesquisa analisou os preços de 13 itens vendidos em 11 supermercados da cidade. Cesta básica para uma pessoa custou R$518,42 em agosto. Cesta básica em Londrina ficou 3,55% mais cara em agosto
Reprodução/TV Gazeta
A cesta básica vendida em Londrina, no norte do Paraná, ficou 3,55% mais cara quando comparada com o valor comercializado em julho. Esse é o segundo mês consecutivo que o produto sofre um reajuste de mais de 3%.
A pesquisa foi realizada por alunos e professores da UTFPR e UEL , e analisou os preços de 13 produtos considerados essenciais em onze supermercados da cidade.
Para um adulto, a cesta básica custou R$518,42, contra R$ 500,64 de julho. Se o consumidor tivesse optado por comprar os itens em um mercado que apresenta os menores valores, a cesta custou R$ 455,24. Em caso de compra com produtos mais caros, o valor salta para R$ 585,06.
Para uma família de quatro pessoas, o levantamento apontou que a cesta básica custou R$ 1.555,26.
A margarina, o açúcar e o café foram os itens mais caros em agosto. O aumento foi de 9,9%, 8% e 7,6%, respectivamente.
Nenhum produto apresentou queda no preços, segundo a pesquisa, somente a banana e o pão mantiveram os preços estáveis com variação menor do que 1%.
A carne é o produto que tem maior peso na cesta, em média, o quilo foi vendido a R$ 38,21. Em julho, o quilo foi vendido por, em média, R$ 36,54.
Tempo de trabalho
A pesquisa também comparou o valor da cesta básica com o tempo que é necessário de trabalho para pagar pelos alimentos.
O levantamento apontou que o trabalhador que recebe salário mínimo nacional precisa trabalhar 104 horas, ou 47% da jornada, para poder comprar a cesta básica.
Já quem recebe o salário mínimo paranaense, são necessárias 77,7 horas de trabalho ou 35,3% do total da jornada.
Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.

Fonte: https://g1.globo.com/pr/norte-noroeste/noticia/2021/08/31/pelo-segundo-mes-consecutivo-cesta-basica-tem-reajuste-de-mais-de-3percent-em-londrina-aponta-pesquisa.ghtml
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp