MENU

26/07/2021 às 11h04min - Atualizada em 26/07/2021 às 11h01min

Fintechs: quais tipos de conteúdo publicar no blog

Você sabe quais tipos de conteúdo publicar no blog de fintech? Se você tem uma startup da área ou trabalha no segmento de Marketing de uma, precisa compreender que o Marketing de Conteúdo é uma ferramenta muito poderosa para trazer novos clientes, popularizar o seu produto e fechar mais negócios. Afinal de contas, o Google gera mais de 100 bilhões de buscas mensais, o que faz dele a maior fonte de tráfego na Internet.

O Marketing de Conteúdo é uma estratégia focada na condução do consumidor durante sua jornada de compras. No início, ele ainda não conhece a sua empresa e seu produto. Por isso, é necessário atraí-lo com base em suas necessidades e conduzi-lo para o ponto em que ele reconhece que tem uma necessidade e que um produto como o seu pode ajudá-lo. Por fim, o Marketing de Conteúdo deve convencê-lo de que o seu produto é exatamente o que ele precisa para solucionar essa necessidade inicial. Tudo isso pode ser feito com diversos tipos de conteúdos.

Quer saber quais tipos de conteúdo publicar no blog de fintech? Então siga a leitura do artigo abaixo!

Quais tipos de conteúdo publicar no blog de fintech: 4 opções

 

1. Conteúdos tira-dúvidas

Os conteúdos tira-dúvidas são a base de qualquer blog de fintech ou de outras empresas do segmento financeiro. Eles são especialmente válidos se a sua startup atua em uma área um pouco mais desconhecida do mercado financeiro.
Por exemplo, não são todos os brasileiros que sabem como investir em Bitcoin. Na verdade, é a minoria da minoria que entende como o mercado de criptomoedas funciona. Por isso, caso se queira atrair pessoas na área, é importante produzir artigos e matérias que vão tirar as dúvidas dessas pessoas e ajudá-las a compreender melhor o seu serviço.
Pense assim: o setor financeiro não é um tipo de mercado que a pessoa pode “experimentar para ver”. O consumidor só toma decisões quando ele está certo do que deve fazer. Isso significa que ele vai comprar quando não tiver mais dúvidas. Os conteúdos tira-dúvidas, portanto, devem ser produzidos em grande escala e devem estar sempre disponíveis para os seus visitantes.

2. Conteúdos informativos

Os conteúdos tira-dúvidas são essenciais dentro do mercado de fintechs. Disso, ninguém duvida. Mas eles só podem ser feitos quando há dúvidas e as dúvidas só surgem quando há informação. Por isso, é vital que você produza conteúdo informativo que leve seu tipo de produto ao seu cliente em potencial e faça com que ele queira entrar na área.
Por exemplo, vamos supor que sua fintech trabalha com criptomoedas, especialmente o Bitcoin. Para que o seu conteúdo de “como investir em Bitcoin” seja acessado, é preciso que as pessoas tenham o interesse em investir em Bitcoin, mas não saibam como.
Nesse caso, é importante produzir conteúdo informativo sobre os benefícios de comprar a criptomoeda. Notícias sobre a valorização dela (como os 400% de ganho em 2020) são ótimas para  isso, especialmente com a divulgação do seu artigo em redes sociais.

3. Análises de mercado

A estratégia de conteúdo para fintechs não consiste somente em atrair e converter seguidores, mas também (e principalmente!) em nutri-los. Mesmo depois do visitante se transformar em seu cliente, ele ainda precisa de nutrição para ficar com você e não trocar seus serviços por um concorrente.
Um dos conteúdos que funcionam melhor em seu blog para isso é o de análise de mercado. Além de posicionar a sua empresa como autoridade na área, ainda ajuda o consumidor a ter mais informações para tomar suas decisões. Isso melhora a conexão dele com a sua marca e permite alcançar melhores resultados.
E por falar nisso...

4. Infográficos de resultados

Existem várias corretoras diferentes no mercado financeiro. O que faz um cliente escolher a empresa A e não a empresa B? E em termos de bancos, especialmente de empréstimo pessoal. Por que o banco X e não o banco Y?
Existem muitos motivos para isso, mas o principal deles tem a ver com confiança. As pessoas precisam confiar em uma empresa para dedicar seu dinheiro a elas. E isso só acontece na área financeira com a apresentação de resultados.
Portanto, produza infográficos de resultados do seu produto para poder convencer o leitor que o seu produto é mais significativo do que o da concorrência.
Agora que você já sabe quais tipos de conteúdo publicar no blog de fintech, já pode começar a trabalhar com a sua estratégia de Marketing de Conteúdo. Dito isso, lembre-se de que é necessário atuar de forma estratégica, com uma pesquisa profunda de palavras-chave e identificação de intenção do usuário com cada keyword. Isso ajudará a direcionar o seu conteúdo, posicionar cada artigo em uma parte da jornada de compras e tornar sua estratégia mais eficaz.
Gostou das nossas dicas? Então comente abaixo com a sua opinião sobre o assunto!
 
Link
Lucas W. Pelisari

Lucas W. Pelisari

Colunista de empreendedorismo e Direito

Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp